sexta-feira, 12 de junho de 2009

Victor Biglione e Cássia Eller

Julho de 1997, Hotel Copacabana Palace. Manhã seguinte à exibição do Vox Populi na tela de praia do Riocine Festival para mais de 2 mil pessoas. Na varanda do hotel, estou curtindo onda ao lado de Renato Padovani que, além de fraterno amigo, é fotógrafo do filme. Chega um cara, cumprimenta o Padova e me diz: "Meu irmão, teu filme é foda!". Esse cara é Victor Biglione, de quem fiquei amigo desde então e estamos fazendo o terceiro filme juntos.

Alguns anos depois, desta feita na madrugada da Lapa comendo cabrito no Nova Capela com a turma de pernambucanos (Claudão, Lírio & Cia). Chegam uns músicos pra fazer outro mesão, entre eles Cássia Eller. As mesas de alguma forma se aproximam e, lá pelas tantas, estou falando com Cássia: "Vou fazer um filme chamado Elvis e Madona. Você quer gravar Love Me Tender pra trilha do filme?". "Claro que sim!", diz ela.

Então hoje eu encontro esse vídeo no Youtube.



É uma pena que a gente não tenha feito essa gravação.

4 comentários:

Claudia disse...

Adorei! Acho a letra dessa música um espetáculo antropológico e ver Cássia Eller e Victor Biglione juntos é um grande presente. Li os outros posts e acho que vou acompanhá-lo. Me diverti!!! Continue aí.

Marcelo Laffitte disse...

Claudia,
obrigado pelo incentivo e ficarei aqui firme e forte.
Estou gostando desse negócio de blog.
Apareça sempre.

Carlos Alberto Mattos disse...

Você não fez o vídeo, mas fez eu ver essa maravilha. Pra mim, já valeu!

Celso de Carvalho disse...

Grande achado, a Cássia é demais e qualquer coisa "nova" dela é sempre um escândalo!
Love me Tender no teu filme, putz! Imagino q vc já tenha contornado isso, mas se ainda couber sugestão, sugiro Ava Rocha pra fazer uma dupla (ou tripla) homenagem!
Grande abraço, estou frequentando...